Apenas brincando

Publicado em Categorias Educação

Que criança não gosta de brincar? É difícil conhecer alguma que não faça estripulias, corra, se jogue, enfim… Muitas vezes o que é chamado de “arte” por nós adultos, para elas pode representar muita coisa, até mesmo para sua formação. Em outras palavras, toda criança aprende e cresce a partir de suas brincadeiras!

No intuito de fazer com que todos reflitam sobre a importância disso, a educadora norte-americana, Anita Wadley, escreveu um poema brilhante, que há muito tempo circula por toda web.

Faço questão de mostrar aqui, no Rota 83, o poema:

Apenas brincando

Quando eu estiver, no quarto, construindo um edifício de blocos,
Por favor não diga que eu “estou apenas brincando”.
Já que, entenda, eu estou aprendendo enquanto brinco.
Sobre equilíbrio e forma.

Quando eu estiver bem vestido, arrumando a mesa, cuidando do bebê,
Não tenha a idéia de que eu “estou apenas brincando”.
Já que, entenda, eu estou aprendendo enquanto brinco.
Algum dia eu posso ser uma mãe ou um pai.

Quando você me vir até meus cotovelos na pintura,
Ou ajeitando uma moldura, ou moldando e dando forma à argila,
Por favor não me deixe ouvi-lo dizer que eu “estou apenas brincando”.
Já que, entenda, eu estou aprendendo enquanto brinco.
Eu estou me expressando e sendo criativo.
Algum dia eu posso ser um artista ou um inventor.

Quando você me vir sentado em uma cadeira “lendo” para uma audiência imaginária,
Por favor não ria e não pense que eu “estou apenas brincando”.
Já que, entenda, eu estou aprendendo enquanto brinco.
Algum dia eu posso ser um professor.

Quando você me vir recolhendo insetos ou colocando coisas que encontro no bolso,
Não os jogue fora como se eu “estivesse apenas brincando”.
Já que, entenda, eu estou aprendendo enquanto brinco.
Algum dia eu posso ser um cientista.

Quando você me vir montando um quebra-cabeças,
Por favor, não pense que estou desperdiçando tempo “brincando”.
Já que, entenda, eu estou aprendendo enquanto brinco.
Estou aprendendo a concentrar-me e resolver problemas.
Algum dia eu posso ser um empresário.

Quando você me vir cozinhar ou provar comidas,
Por favor não pense que estou aproveitando, que é “só para brincar”.
Já que, entenda, eu estou aprendendo enquanto brinco.
Eu estou aprendendo sobre os sentidos e as diferenças.
Algum dia eu posso ser um “chef”.

Quando você me vir aprendendo a saltar, pular, correr e mover meu corpo,
Por favor não diga que eu “estou apenas brincando”.
Já que, entenda, eu estou aprendendo enquanto brinco.
Eu estou aprendendo como meu corpo trabalha.
Algum dia eu posso ser um médico, uma enfermeira ou um atleta.

Quando você me perguntar o que fiz na escola hoje,
E eu responder: “Eu brinquei”.
Por favor não me entenda mal.
Já que, entenda, eu estou aprendendo enquanto brinco.
Eu estou aprendendo apreciar e ser bem sucedido no trabalho.
Eu estou preparando-me para o amanhã.
Hoje, eu sou uma criança e meu trabalho é brincar.

Anita Wadley

5 pensamentos em “Apenas brincando”

  1. Quesera que todos os educadores podessem ler este poema e se concientizar sobre a importancia do brincar em especialk no am,bito escolar.

  2. Olá, gostei muito da poesia "Apenas brincando" e da reflexão sobre "Filhos que manipulam os pais". Isto é uma realidade.

  3. Olá tudo bem?muito interessante o trabalho com as criancas, e como elas aprendem rapido e mesmo em duras condicoes elas conseguem ser alegres.

    se as instituicoes envestissem mais nas criancas na educacao,se cada um fizesse um pouquinho…com certeza a vida de algumas criancas seria menos

    dura.Vamos nos concientizar e fazer a nossa parte,salvariamos o destino de muitas delas.Todas as vezes que leio a poesia da Anita Wadley me vem água nos olhos,que Deus abencoe todas as criancas do mundo e as proteja de todo mal.

    com amor e carinho,

    Gessy maltan

  4. Ola tudo bom?por favor eu gostaria de saber quem é o autor dessa poesia infantil muito linda.Muito grata,abracos.Gessy Maltan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *