Dicas

Aprenda a escolher o vinho ideal para acompanhar os mais diversos pratos

Envie por e-mail

Alguns países têm mais tradição no cultivo das uvas e na produção de vinho do que outros.

É o caso da França e Itália, onde dificilmente se toma um vinho verdadeiramente ruim.

Porém, países como a Argentina, Chile e até mesmo o nosso Brasil vêm-se firmando como produtores de excelentes vinhos. Basta conhecer as marcas e a qualidade da uva.

Mas lembre-se: o mais importante é o seu paladar e a sua preferência.


Tipos de vinhos

Zinfandel - Vinho tinto leve frutado. Sente-se o sabor da uva.
Cabernet Franc - Tinto leve
Cabernet Sauvignon - Tinto encorpado
Merlot - Tinto bem encorpado
Beaujolais - Tinto menos encorpado
Beaujolais Nouveau Tinto novo com curta duração
Vinho do Porto - Tinto doce para tomar com aperitivo ou digestivo após a refeição
Savignon Blanc - Branco levemente frutado (muito aromático)
Chablis - Branco seco
Sauterne - Vinho doce para sobremesa ou para ser degustado com fois gras (extremamente caro)
Riesling - Branco leve
Saint Emilion - Branco encorpado
Semillon Branco - Branco bem encorpado
Vinho Verde - Branco seco gasoso
Chardonnay - Branco seco com coloração amarelada devido ao tipo de uva

Vinhos Tintos

São os mais indicados para os dias frios, pratos condimentados, massas, risotos e carnes vermelhas.
Carnes mais fortes pedem tintos mais leves. Ex. Beaujolais, Cabernet ou Zinfandel.
Massas, suflês ou carnes mais leves podem ser acompanhadas de um tinto mais encorpado. Ex. Merlot ou Cabernet Sauvignon.

Temperatura – Não é uma coisa tão rigorosa a ponto de você ter que medir a temperatura da garrafa com termômetro.
Tintos mais leves podem ser servidos ligeiramente resfriados (em dias frios, em temperatura ambiente, aproximadamente 15°C), enquanto que os encorpados, jamais devem ser levados a geladeira.

Obs. Por uma questão de bom senso, procure manter qualquer vinho longe do sol, ou locais muito aquecidos porque altera completamente o seu sabor.

Vinho Branco

Acompanha peixes, carnes brancas, alguns queijos, saladas etc. Deve ser sempre servido gelado. Como moramos em um país quente, leia gelado como bem gelado, assim não há como errar.
Paea acompanhar refeições, dê preferência aos secos. Os doces são mais adequados para sobremesas com frutas e doces.

Vinho Rosé

O verdadeiro (e bom) rosé é obtido com uvas das quais a casca e retirada na metade do processo de fermentação, resultando assim no vinho rosado.
O vinho rosé deve ser servido gelado e acompanha lindamente alimentos leves e saladas. Pode ser tomado como aperitivo.

Como servir

Sempre em taças. O vinho tinto em taças maiores; o branco e o rosé em menores.
É importante que qualquer tipo de vinho seja servido em taça transparente, para que assim se veja a cor da bebida.

[ + ] Créditos: At Revista – Claudia Matarazzo, jornalista, e autora do livros Etiqueta sem Frescura e Gafe não é Pecado

Envie por e-mail
Armarios 300x250

5 thoughts on “Aprenda a escolher o vinho ideal para acompanhar os mais diversos pratos

  1. Maravilha, estes comentários ajudam bastante quem gosta de um bom vinho mas não conhecesse as nomeclaturas dos vinhos, obrigado pela informações, gostei muito

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios (*)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>