Educação

Atividades lúdicas – Almanaque de Brincadeiras e Dinâmicas

Envie por e-mail

Há um bom tempo está disponível em muitos sites o download de uma coletânea, ou melhor, um Almanaque de Brincadeiras e Dinâmicas. Este almanaque foi elaborado através de uma brilhante coletânea de Eliseu de Oliveira, graduado em Psicologia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Eliseu vasculhou tudo que havia na web sobre brincadeiras e dinâmicas e as organizou de forma brilhante neste material imprescindível para qualquer educador e recreador.

Num mundo em que cada vez mais as crianças deixam de brincar ao ar livre para viverem dentro de casa munidas de aparelhos tecnológicos (entenda computadores e afins), este material resgata e incentivam as atividades recreativas e educativas, fundamentado na sua importância para a personalidade, vida social e desenvolvimento intelectual, físico e afetivo das crianças, além do entretenimento saudável e enriquecedor de adolescentes e adultos.

Confira algumas das brincadeiras presente no material:

11) PEGA-PEGA
Brincadeira de corrida cujo objetivo é tocar em alguém para transformá-lo em pegador. Quem for pego, pega.

12) PIQUE-VOLTA
Espécie de pega-pega, brincado em um espaço muito amplo e que tenha paredes nas duas extremidades. Quem for pego, deverá pegar a pessoa que lhe pegou antes que ela corra e toque no muro. Se o participante conseguir tocar no muro antes de ser pego, ele é quem pega, o que fará com que o pegador se transforme em vítima. Mas se ele for pego, deverá pegar quem lhe pegou antes que ele toque no muro e vire pegador. Vence quem tocar no muro mais vezes.

13) ARRASTÃO
É um pega-pega, mas quem for pego deve segurar na mão do outro pegador e, juntos, deverão pegar os demais. Mas nenhum pegador pode se soltar das mãos dos companheiros.

14) POLÍCIA E LADRÃO
Parecido com o pega-pega. Há dois grupos: o da polícia e o dos ladrões. O papel da polícia é pegar os ladrões e prendê-los em uma “cadeia”. O papel dos ladrões é salvar os companheiros (abrindo a porta da “cadeia”) e se proteger da polícia. Se a polícia prender todos, invertem-se os papéis.

Confira algumas das dinâmicas presente no material:

92 – A JAULA

1- Objetivos:
- Levar os participantes a analisar como se situam no mundo da família, da escola, e da sociedade (rua);
- Procurar, em comum, atitudes que respondam à realização do jovem ou da pessoa.

2- Passos:
- O desenho abaixo é entregue a todos, num folha de papel ofício e cada um, individualmente, tenta interpretar os quadros, e descobrir:
- O que significa cada um deles?
- O que tem, cada quadro, a ver comigo?
- A partir deles, como me situo no espaço da minha família, na escola e na sociedade?

- Depois de 10 minutos:
a) fazer a partilha em pequenos grupos por aproximação;
b) como conciliar casa, escola, sociedade, montando assim uma grande “aldeia fraterna”?

- Plenário:
- conclusões dos grupos e escrever no quadro-negro.
- Complementação por parte do coordenador.

93 – INTEGRAÇÃO

Destinatário: grupos de jovens ou de adultos que convivem há algum tempo. Se o grupo for muito numeroso trabalha-se em equipes.

Material: uma folha de papel e um lápis para cada participante, flanelógrafo e percevejos.

Desenvolvimento:

1 – O animador conta uma história, a partir de desenhos.
Numa pequena igreja da cidade, existe um grupo de jovens que se reúne, semanalmente, há um ano. realizam, constantemente, jornadas e encontros para convívio e gostam muito de cantar. Em suas reuniões, refletem sobre os temas da atualidade. A assistência, entretanto, não é muito boa e mesmo os que participam de maneira constante são muito desunidos. O animador, frequentemente, se pergunta: “Que fazer com o grupo”?

2 – Após este relato, convida os participantes a procurarem identificar as prováveis causas que, a seu ver, geram a desunião no grupo, assim como as possíveis soluções. Um secretário toma nota. Pode-se trabalhar em equipes formadas por três ou quatro pessoas.

3 – As equipes manifestam suas respostas em plenário. Os demais participantes podem questioná-los ou pedir esclarecimentos. As respostas coincidentes vão sendo afixadas num flanelógrafo: de um lado as causas e, de outro, as soluções. O importante é que se chegue a elaborar um programa de ação, que seja resultado da contribuição de todos.

4 – Avaliação:
. Qual o ensinamento extraído desta dinâmica para o grupo?
. A história tem alguma relação com o grupo?
. Que podemos fazer para aumentar a integração?

Gostou? Bem, então não perca tempo! Faça o download no link abaixo:

[ + ] Almanaque de Brincadeiras e Dinâmicas

Envie por e-mail
_ GIF Calados Femininos 300X250

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios (*)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>