Banda larga a R$ 35 é um avanço, mas o limite de download é pequeno

Publicado em Categorias Tecnologia

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, disse nesta quinta-feira (30) que os planos de acesso à internet com velocidade de 1 Mbps e valor de assinatura de R$ 35, previstos no Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), começam a ser vendidos dentro de 90 dias.

O governo e as teles devem assinar ainda nesta quinta-feira o acordo em torno do PNBL, programa que pretende levar internet de alta velocidade a todo país até o final de 2014. Os últimos detalhes do termo de compromisso ainda estão sendo redigidos mas, segundo o ministro, o documento vai ser levado nesta quinta-feira para a assinatura do decreto pela presidente Dilma Rousseff.

A intenção de popularizar a internet de alta velocidade vai provocar, por exemplo, a extinção do acesso discado, uma conexão completamente inviável para os dias atuais. Isso permitirá uma melhor experiência para os usuários ao usufruírem dos recursos presentes na web de uma forma mais confortável, sem ter que esperar muito pelo carregamento das páginas.

Como nem tudo são flores, o acordo que prevê planos de 1 Mbps a R$ 35, terão limite de download de 300 MB. Isso quer dizer que, se o usuário fizer o download de um filme com uma resolução normal, certamente extrapolará mais que o dobro do limite, pois o tamanho médio de um filme é superior a 700 MB. Neste caso, o usuário poderá pagar pelo excedente ou então ter a velocidade de sua conexão reduzida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *