Conheça os alimentos que fazem bem para o humor

O bom humor não depende apenas de um dia de tranquilidade no trabalho, de uma inesquecível viagem de férias ou da vida em harmonia com a família. Ele também está associado ao cardápio. Prova disso é que, conforme explica a nutricionista Hevoise Papini, de São Paulo, a partir dos nutrientes contidos nos alimentos o cérebro produz substâncias químicas capazes de alterar funções do sistema imunológico, o sono, o apetite, a disposição, a concentração e até mesmo a libido. “Tudo isso acaba influenciando o humor”, diz.

Uma dessas substâncias mais conhecidas geradas pelo sistema nervoso são os neurotransmissores, como a serotonina – também chamada de “hormônio do bem-estar”. Em sua produção, o organismo usa aminoácidos, selênio, manganês, magnésio e vitaminas do complexo B, por exemplo. “Daí a importância de uma alimentação equilibrada, que ofereça cada nutriente nas quantidades corretas”, ressalta Hevoise.

Outra medida necessária para ajudar a manter o bom humor é evitar passar longos períodos em jejum. É que o hábito leva o cérebro a compensar a redução nos níveis de glicose no sangue usando como fonte de energia um elemento resultante da decomposição das gorduras. Esse processo, segundo a nutricionista, facilita o sentimento de irritação.

Quando uma pessoa já está mais predisposta, aliás, a se irritar, como nos dias que antecedem uma prova ou uma entrevista de emprego, aquela tradicional orientação de se comer em intervalos regulares faz ainda mais diferença. Para ajudar a manter o bom humor, a nutricionista recomenda um lanche saudável entre as refeições principais, sem deixar o estômago vazio por mais de três horas. Vale o cuidado, porém, para não haver exageros, uma vez que há gente que abusa nas porções para ajudar no controle da ansiedade.

Aproveite para conhecer o efeito de alguns alimentos sobre o humor das pessoas:

O cardápio do bom humor
Chocolate relaxa
Chocolate: contém tirosina e triptofano, substâncias que estimulam a produção de serotonina. Também aumenta a produção de endorfina e dopamina, que são neurotransmissores responsáveis pelo relaxamento. Se você está de olho na balança, cuidado para não exagerar. Uma alternativa nesses casos são as barras pequenas (25 gramas) de chocolate amargo ou meio amargo. Quanto maior a porcentagem de cacau melhor, já que a fruta oferece antioxidantes, combatendo os radicais livres e o envelhecimento precoce das células.

Aveias e grãos integrais: contêm altas doses de triptofano. Além das vitaminas do complexo B, também tem bons níveis de selênio.

Leite: produz um efeito relaxante em toda a musculatura, graças à presença do triptofano. “O cálcio também tem um efeito relaxante”, afirma Hevoise.

Ovos: a tiamina e a niacina, que são vitaminas do complexo B, contribuem para o bom humor, além de melhorarem a memória.

Peixes e frutos do mar: apresentam minerais importantes para o desenvolvimento do cérebro, como o selênio. Também auxiliam no combate ao cansaço e à ansiedade. “Em especial a ostra, os frutos do mar são ricos em zinco, uma substância essencial para o bom humor”, diz a nutricionista.

[ + ] Fonte: Terra Alimentação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *