Contraste nas estreias da TV brasileira

Enquanto na semana passada, no SBT, a estreia da versão nacional de “Carrossel” preencheu uma lacuna importante na programação noturna da TV brasileira, cujo qual não dava oportunidade alguma de entretenimento para o publico infantil, ontem, terça-feira (29), a Record colocou no ar a 5ª edição de seu reality show “A Fazenda”.

Nada contra quem assisti ao programa da Record, que diga-se, chegou a sua 5ª edição em apenas três anos. Acontece que, apesar de tentar chamar a atenção do público com subpersonalidades, “A Fazenda” se torna tão monótona quanto o “BBB” justamente por contar (salve raríssimas exceções) com pessoas que têm um único preceito, manter-se na mídia.

Ou seja, a chance de rolar baixaria em prol de “audiência”, como antecipou um dos diretores envolvidos na produção, é algo certo. O pior é saber que uma das subpersonalidades sairá de “A Fazenda” com 2 milhões reais na conta. Bem que a Record poderia investir um dinheiro desses numa produção que, por exemplo, pudesse fazer frente à “Carrossel”, que sem apelar “roubou-lhe” o segundo lugar na audiência do horário nobre.

"Carrossel" tem dado ótima audiência ao SBT
"Carrossel" tem dado ótima audiência ao SBT

1 pensamento em “Contraste nas estreias da TV brasileira”

  1. estou adorando a novelinha carrossel,que pelo menos nao tem cenas de sexo e violencia como as outras novelas que ficamos constrangidos de assistirna frente das crianças e de ate adultos mesmos de tanta baixaria e desrespeito para com o proximo.O SBT esta de parabens pena que aos sabados nao tem capitulos da novela, acho que eles deveriam rever esta parte, que ficou a desejar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *