Conheça os erros mais comuns que atrapalham a aprovação em concursos públicos

Publicado em Categorias Notícias

Erros comuns em concursosA cada ano o número de brasileiros que prestam Concurso Público aumenta, tornando a classificação em um concurso cada vez mais difícil. Atualmente, segundo dados da Associação Nacional de Proteção e Apoio aos Concursos (Anpac), mais de 12 milhões de pessoas realizam seleções por todo o Brasil. Ou seja, cada vez mais é preciso ser diferente, se planejar e evitar erros bobos.

Com a ajuda dos especialistas do Yahoo! Educação destacamos os principais erros cometidos pelos candidatos durante a preparação para um concurso público. Acompanhe:

1. O grande número de vagas facilitará minha aprovação

Deixar de observar critérios importantes, como vocação do candidato, afinidade, formação escolar e experiência, no momento de optar por uma ou outra carreira pública é um erro muito comum. Frequentemente o candidato leva em conta apenas o número de vagas oferecidas no edital ou o valor inicial da remuneração do cargo. O concurseiro que considera apenas a estimativa de pouca concorrência para fazer sua escolha comete um erro primário. ‘O grande número de vagas facilitará minha aprovação’, pensamento errado. Em regra, a oferta de muitas vagas acaba por atrair mais candidatos, o que reduz matematicamente as chances de aprovação. Estudar corretamente aumenta as chances de aprovação.

2. Não vou perder tempo lendo esse edital chato

Outro erro comum que derruba os concurseiros mais descuidados: não traduzir o edital. Candidato que se preze lê todo o conteúdo da norma que rege a seleção, por mais chato que seja. Dessa maneira, ele confirma se preenche os requisitos para a posse no cargo, e ao mesmo tempo analisa todo o programa cobrado nas provas. Normalmente o edital ainda contém dispositivos ou incorre em erros que podem ser usados como armas nas mãos do candidato atento, quando, mais tarde, tiver de instruir recursos.

3. Conhecer a banca examinadora para que?

Alguns concurseiros cabeça dura insistem em ignorar outra dica valiosa: conhecer bem a banca é a chave para a aprovação. O candidato deve devorar exaustivamente as provas de concursos passados, com o objetivo de identificar pontos repetidos em cada matéria. Sem dúvida alguma, muitos deles serão recorrentes em questões da seleção em que o candidato estiver inscrito.
Aprenda agora a estudar para passar em concurso público. Aula 1 Grátis!

4. Vou estudar no tempo livre e sem planejamento

Definitivamente seu tempo livre não é o suficiente. O planejamento e a disciplina são fundamentais para a preparação para qualquer prova, seja na vida pessoal, seja em um concurso público. Mais importante que a quantidade de horas dedicadas é método de estudo, ou seja, como se organizar para estudar conteúdos diferentes e, muitas vezes, desconhecidos. Resumidamente, antes de iniciar os estudos dedique um tempo para planejar seus estudos. Se você não conhece uma metodologia para estudar para concurso público procure uma e adote sistematicamente. Temos a certeza que será um importante aliado na sua preparação para o próximo concurso. E, vamos combinar, daqui para frente, esses erros nunca mais. Gostou do artigo? Compartilhe, temos certeza que outro amigo concurseiro também pode aprender a não cometer esses erros em sua próxima prova.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *