Feito em 2011, discurso de Senador reflete momento atual da educação e organização da copa

Ex-ministro da Educação, o Senador Cristovam Buarque (PDT-DF) é um dos poucos políticos deste país que se posiciona por melhorias na área da educação.

Famoso por realizar discursos contundentes, e de grande repercussão, em setembro de 2011 ele criticou Minas Gerais pela forma distinta que o estado tratava as greves dos professores – que perdurava por mais de 100 dias – e dos trabalhadores envolvidos com as obras do estádio do Mineirão, um dos palcos da Copa de 2014.

Na época, em discurso realizado no Plenário do Senado, Buarque disse não entender como a greve dos trabalhadores envolvidos com a Copa, que durou menos de uma semana, mobilizou e repercutiu mais do que a greve dos professores, paralisados há mais de 100 dias.

Hoje, o país vive um momento bem parecido como o de setembro de 2011. Por exemplo, os professores continuam lutando ‘sozinhos’ por uma maior valorização, enquanto a copa, mesmo cercada de dúvidas e impasses, segue sob todos holofotes.

Assista ao discurso de Cristovam Buarque

PARTE 1

PARTE 2

2 pensamentos em “Feito em 2011, discurso de Senador reflete momento atual da educação e organização da copa”

  1. Uma grande e triste verdade o que o senador Cristóvão disse, pena que os brasileiros não acordam! Um país que se mete a fazer Copa do Mundo, tendo tantos problemas nas áreas de educação e saúde. É HORA DE DAR UM BASTA NISSO! ACORDA BRASIL!

  2. Que M A R A V I L H A, seria se tivéssemos mais Senadores como Cristovam Buarque, ou simplesmente MAIS BRASILEIROS que se preocupassem com a educação no BRASIL…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *