MEC anuncia novo piso para professores: R$ 1.567

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, anunciou nesta quinta-feira (10) o novo valor do piso salarial nacional para os professores de educação básica: R$ 1.567.

“Estamos anunciando a todos o índice de reajuste do piso salarial que será de 7,97% que deverá ser aplicado em todos os municípios e Estados a partir de 2013”, afirmou Mercadante.

O parâmetro usado pelo MEC é o aumento no valor gasto por aluno no Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica) nos últimos dois anos– como prevê a lei nacional do piso do magistério, de 2008.

O novo montante é o mínimo que deve ser pago aos profissionais com jornada semanal de trabalho de 40 horas que atuam na rede pública da educação básica (que incluem os profissionais que lecionam no ensino infantil, fundamental e médio).

A CNM (Confederação Nacional dos Municípios) já tinha apontado, em estudo divulgado na quarta-feira (9), que o impacto do reajuste do piso em 2013 será de cerca de R$ 2,1 bilhões, apenas para a esfera municipal.

A entidade defende que o reajuste do piso, em vez de seguir os critérios do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), acompanhe os valores do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor).

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas Gostou? Deixe seu voto!
Loading...

8 pensamentos em “MEC anuncia novo piso para professores: R$ 1.567”

  1. tudo que foi falado sobre nossa classe,é intediante pois não dão o minimo de valor a nós
    professores.mais um dia vai mudar!!!

  2. Ao nossos deputados e senadores a você BRAGA que quiz tirar o Artur Neto do Senado e conseguiu procure se informar se os Estados e Municipios estão pagando esse reajuste a todos os professores.

  3. Enquanto o aumento dos professores é o minimo dos deputados e senadores vão lá em cima,pensam que é da educaçõa que saem todas as classes sociais é de onde saem médicos,advogados,prefeitos,deputados ,senadores e até mesmo quem decide esse aumnto você DILMA RUSSEF,pense nisso e procu
    re valorizar mas os responsaveis pela educação de nosso País.

  4. Vamos fazer o seguinte, Vamos ensinar aos nossos alunos que nao tem culpa eu sei disso, mas terão que pagar por isso apenas 7,97 a mais do que ensinamos ano passado! Isso em Memoria do Sr Raimundo Colombo!

  5. Índice só pra bonito. Governos não pagam o piso e acontece o quê? NADA. Em Santa Catarina o governador destrui o plano de carreira dos professores para implementar o piso – depois de 2 meses de greve, senão estaria enrolando até agora -, de forma que a diferença entre os ganhos de um professor em fim de carreira e um professor que inicia hoje ficou muito pequena. Desrespeito total aos professores. E o Governos Federal reajusta o piso anualmente pra quê, se não consegue fiscalizar a implementação desse reajuste? Só pra poder fazer propaganda?

  6. É muito belo como as autoridades, o secretário de educação do Brasil e os estados e municípios brasileiros divulgam a importância do professor na formação do cidadão e no desenvolvimento global de nosso país. No entanto é vergonhosa as condições de trabalho e salários pagos ao professor, que para ganhar reais precisa trabalhar 40 horas por semana. Que qualidade de vida pode ter um professor com esse salário? Como esse professor pode se capacitar e educar seus filhos se para ganhar um pouco mais ele precisa trabalhar em varios lugares…?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *